Notícias, Direitos do Consumidor

Voos cancelados devido ao Coronavírus

Como medida de prevenção e por conta do enorme número de passageiros que
desistiram das viagens, as companhias aéreas estão cancelando voos domésticos e
internacionais. Veja algumas das principais empresas que já contabilizam milhares de voos cancelados:

Latam - Liberfly

LATAM

A companhia aérea Latam Airlines anunciou o cancelamento de 70% em seus voos
devido à pandemia de covid-19. A empresa anunciou a paralisação de 90% das
viagens internacionais e 40% dos domésticos em razão do fechamento de fronteiras de vários países e a subsequente queda na demanda.

A rota São Paulo-Milão foi suspensa entre os dias 2 de março e 16 de abril. Todos os clientes com passagens dentro desse período com origem ou destino na Itália poderão remarcar data e/ou destino do bilhete sem multa (mas com diferença tarifária) ou pedir reembolso completo, de acordo com a validade do bilhete. Voos com origem ou destino na Itália programados até o dia 30 de abril poderão ter remarcados data e/ou destino para viajar até 31 de dezembro deste ano.

Passageiros com voo para Israel, país que exigiu quarentena para ingresso no país,
poderão remarcar data ou destino do voo sem multa (mas com diferença tarifária) para viajar até 31 de dezembro deste ano.

Todos os voos internacionais com reservas feitas entre 6 e 22 de março poderão
remarcar data e/ou destino do voo sem multa (mas com diferença tarifária). A
alteração poderá ser feita uma única vez, até 14 dias antes da partida do voo original, e para viagens até 31 de dezembro deste ano.

Para demais voos e destinos, a Latam informou que mantém a programação normal e que avaliará pontualmente caso a caso questões de flexibilização de regras.

Azul - Liberfly

AZUL

A empresa anunciou nesta segunda (16) a redução de sua capacidade consolidada de 20% a 25% no mês de março, e entre 35% a 50% em abril e meses seguintes, até que a situação relacionada ao surto de coronavírus se normalize.

A Azul suspendeu as operações nas bases em Bariloche, na Argentina, Lages (SC),
Pato Branco (PR), Toledo (PR), Ponta Grossa (PR), Guarapuava (PR), Araxá (MG),
Valença (BA), Feira de Santana (BA), Paulo Afonso (BA) e Parnaíba (PI).

A companhia aérea também já havia comunicado que, partir de 16 de março, todos os voos internacionais, exceto os que partem de Campinas (SP), serão suspensos.

Compensação - Liberfly
Clique aqui para preencher nosso formulário e ser indenizado!


A empresa informou que no caso de voos internacionais está disponibilizando
alteração da viagem sem custo ou cancelamento deixando o valor como crédito. Isso vale para voos com origem ou destino em Lisboa ou Porto, América do Sul e Estados Unidos para as passagens adquiridas em março. No caso de voos com conexão em Lisboa ou Porto que têm como destino ou origem a Itália, a companhia disponibiliza reembolso integral sem cobrança de multa.

Os clientes com voos domésticos com embarque até 30 de junho podem solicitar a
alteração sem taxas, cancelar a viagem - deixando o valor como crédito para outros
voos - ou solicitar o reembolso condicionado ao pagamento de taxas.

Gol - Liberfly

GOL

A companhia anunciou nesta terça o cancelamento de suas operações internacionais entre a próxima segunda (23) e o dia 30 de junho.

A companhia diz que está flexibilizando políticas de remarcação e cancelamentos,
tanto para voos internacionais quanto nacionais. As orientações foram dirigidas para passagens marcadas até o próximo dia 14 de maio.

Para essas, as opções são de cancelamento e crédito para uso até um ano a partir da data de compra do bilhete; remarcação para qualquer período dentro de 330 dias a partir da data de compra; e cancelamento e reembolso, em que não há taxa de cancelamento, mas pode existir cobrança de taxa de reembolso a depender da regra da tarifa escolhida.

American Airlines - Liberfly

AMERICAN AIRLINES

Todos os voos para São Paulo, Brasília e Manaus estão suspensos até o dia 6 de
maio. Voos de Dallas para São Paulo serão suspensos entre 19 de março e 3 de
junho. Viagens de Los Angeles para São Paulo ficam interrompidas entre 19 de março e 24 de outubro. A empresa pede para que procure seus canais de comunicação sobre alterações em relação a passagens.

A companhia aérea anunciou que irá renunciar às taxas de mudança para clientes que compraram passagens antes de 11 de março para viajar para a Europa, incluindo o Reino Unido, até 31 de maio. Sobre os clientes que tiveram os voos cancelados, a empresa informou que entrará em contato diretamente por e-mail ou telefone. Os clientes que optarem pelo reembolso total poderão realizar a solicitação online.

Airfrance - Liberfly

AIR FRANCE E KLM

O grupo Air France-KLM mudou sua política de cancelamentos e remarcações de
passagens - até então só valia para voos cancelados ou com atraso de mais de três
horas. Agora, clientes com voos programados até 31 de maio de 2020 podem adiar a viagem para o mesmo destino, sem penalidade, até o dia 30 de novembro. Nesse
caso, por conta da alteração da data, a empresa afirma que poderá ser cobrada uma diferença tarifária.

Para as viagens adiadas ou alteradas a partir de primeiro de dezembro de 2020, as
companhias oferecem um voucher válido por um ano que pode ser usado em voos
operados pela Air France e pela KLM. A empresa informou que essas regras são só
válidas a partir desta terça (17) - não haverá devolução de multas pagas anteriormente.

Resolvendo problemas - Liberfly
Clique aqui para preencher nosso formulário e ser indenizado!


O grupo já havia informado que vai reduzir gradualmente suas atividades de voo e o número de assentos por quilômetro disponível sofrerá diminuição entre 70% e 90%. Segundo a KLM, os voos para Milão e Veneza foram interrompidos temporariamente.

A companhia continua operando nas cidades de Bolonha, Turim, Florença, Roma,
Gênova, Nápoles e Catânia. Na China, a companhia suspendeu as operações em
Hong Kong, Chengdu, Hangzhou e Xiamen até o dia 3 de maio.

EMIRATES

A companhia anunciou neste domingo (22.mar.2020) que vai suspender operações a partir de 4ª feira (25.mar.2020) devido à pandemia de covid-19. A estatal continuará a transportar passageiros para Reino Unido, Suíça, Hong Kong, Tailândia, Malásia, Filipinas, Japão, Cingapura, Coréia do Sul, Austrália, África do Sul, EUA e Canadá.

Confira também

Confira outras companhias aéreas internacionais que divulgaram a redução no
transporte de passageiros nos próximos meses:

VOEPASS

A companhia aérea reduziu sua oferta, mas sem citar as rotas ou
quantidade de voos; afirmou que para os passageiros que já compraram seus
bilhetes para voar nos próximos dias, mas querem voltar atrás por conta da
pandemia, a empresa não cobrará multas e permitirá a utilização futura dos
bilhetes sem penalidade.

AIR CANADA

A empresa reduzirá sua capacidade de transporte de passageiros no 2º trimestre em 50% em relação ao ano passado devido a uma queda no tráfego e seus ganhos como resultado da nova pandemia de coronavírus. Mais de 30 rotas internacionais já foram afetadas.

AIR CHINA

A companhia aérea chinesa manteve os voos entre a China e o Brasil. Os passageiros podem cancelar a passagem sem custos.

ALITALIA

Os voos de Roma para São Paulo e Rio de Janeiro continuam operando normalmente.

DELTA AIR LINES

A companhia aérea norte-americana deve cortar entre 10% e 15% dos voos domésticos. Nos voos internacionais, a empresa já suspendeu mais de 30 rotas, sendo 10 para a América Latina. Até o momento, os voos para o Brasil continuam com as operações normais.

Compensação Financeira Liberfly
Clique aqui para preencher nosso formulário e ser indenizado!

ETHIOPIAN AIRLINES

Os voos para o Brasil continuam operando normalmente por enquanto. A empresa suspendeu viagens apenas para os países que impuseram restrições para as operações.

SKY

A Sky flexibilizou a política de alterações para os passageiros afetados
com reservas confirmadas até 31 de março. Aqueles que sofreram qualquer
cancelamento de seu voo poderão alterar a data, sem penalidade ou diferença
de tarifa, para voar até 30 de novembro.

TURKISH AIRLINES

A Turkish Airlines suspendeu voos para mais de 20 países até o início de abril. Os voos entre São Paulo e Istambul não foram afetados até o momento.

UNITED AIRLINES

A United vai suspender diversos voos internacionais, entre eles as rotas de São Paulo para Washington e Chicago. A suspensão é válida de 1º a 30 de abril.

VIRGIN ATLANTIC

A companhia britânica adiou o início do voo entre São Paulo e Londres, prevista para ocorrer em 29 de março. A nova data de estreia da companhia no Brasil será em 5 de outubro.

A LiberFly pode te ajudar!

Teve problema com voos cancelados por conta do Coronavírus? Ainda tem alguma dúvida quanto ao seu problema aéreo? Você pode tentar entrar em contato com as companhias aéreas.

Caso você não conseguir contato ou não tiver seu problema solucionado, fale conosco através de nossas redes sociais para solucionarmos o seu contratempo!

Instagram

Facebook

LinkedIn

Startup Liberfly
Clique aqui para preencher nosso formulário e ser indenizado!